Franco Ferreiro vence a 6ª seguida e busca vaga nas quartas-de-final do Tennis Classic

Foto: Wander Roberto

Franco Ferreiro estreou com vitória fácil no 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que se realiza nas quadras rápidas do Resort goiano até o próximo sábado. Diante do também brasileiro Ricardo Siggia, ele fez 6/3 e 6/2 e avança na competição. Nesta quarta-feira, Franco, que vem de vitória no Future de Teresina, no último domingo, no saibro, pega o mexicano Miguel Varela Reyes, que veio do quali. Outro favorito, Marcelo Demoliner, pega o brasiliense Gabriel Pimentel, que ganhou convite para disputar o torneio, válido pela série Future, com US$ 15 mil em prêmios e pontos para o ranking mundial. 

Outro que segue confiante no Rio Quente é o carioca Fabiano de Paula. Ele saiu do quali e nesta terça-feira passou fácil pelo chileno Javier Munoz, vencendo por 6/1 e 6/3. Morador da Rocinha, Fabiano começou como boleiro, aos 11 anos, em um hotel de luxo do Rio de Janeiro para ajudar no orçamento da família. Lá, aprendeu a jogar tênis e aos 15 anos começou a disputar torneios. Aos 18 teve de prestar o serviço militar obrigatório. Depois de dois anos fora das quadras, retorna cheio de garra. Mesmo com bolhas nos pés, segue sorridente e confiante. 

“Estou feliz com os resultados. O quali me deu ritmo de jogo e em momento algum do jogo de hoje (terça-feira) deixei de acreditar que podia vencer”, contou Fabiano, que enfrenta o cabeça-de-chave 6 do torneio, Ivan Endara. 

Vice-campeão no Future de Teresina, Thales Turini, de Florianópolis, venceu nesta terça-feira Eduardo Dischinger por duplo 6/3. Com o resultado, classifica-se para as oitavas-de-final, quando enfrenta Leonardo Kirche, que venceu de virada por 4/6, 6/2 e 6/3, Nicolas Santos. Apesar do retrospecto favorável a Kirche, que venceu os três confrontos contra Thales, o jogador reconhece o favoritismo do adversário. 

“Ele vem evoluindo muito. Vai ser um jogo duro², ponderou Kirche. Thales confirma a boa fase”. 

“Apesar do cansaço da viagem de Teresina, estou focado para alcançar a vitória aqui no Rio Quente”, disse. Sobre Kirche, avisa: “Este ano será diferente, porque venho de bons resultados e estou jogando bem”. 

Filho do ex-tenista Andres Gomez, campeão de Roland Garros em 1990, o equatoriano Emilio também avançou nas quadras rápidas do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts. Depois de vencer Sergio Galdos, do Peru, por 6/4 e 6/2. Nesta quarta-feira ele enfrenta o brasileiro Rodrigo Guidolin. Os dois nunca se enfrentaram em quadra. Para Emilio, que tem como técnico o experiente pai, vai ser um jogo difícil. 

“Mas tenho a vantagem de ter meu pai como técnico e ele, por me conhecer muito bem ­ somos bem parecidos de gênio ­ consegue me manter calmo nos momentos mais críticos”, contou. Emilio ainda brincou que a diferença dele para o pai é que ele é destro e o pai, canhoto.

Colaboração: por FS – AI Try Sports Press – Foto: Wander Roberto

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: