Posts Tagged ‘projeto asas’

PÁSSAROS GANHAM LIBERDADE NO RIO QUENTE RESORTS

junho 11, 2010

Depois de recuperados, 32 animais silvestres voltam à natureza

No último dia 10 de junho, o Rio Quente Resorts promoveu a soltura e reintrodução de 32 aves silvestres no Cerrado brasileiro, depois de serem mantidas, tratadas e recuperadas pelo maior destination resort da América do Sul e certificado pelo ISO 14.001. A iniciativa faz parte de um convênio com o Projeto Asas – Área de Soltura de Animais Silvestres, que tem apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA), e se insere na programação da Semana do Meio Ambiente do complexo, já em sua décima edição. 

Nos últimos meses, cerca de 300 aves foram encaminhadas ao complexo após serem apreendidas pelo IBAMA em mãos de traficantes. A recuperação e o abrigo dos animais têm os cuidados e supervisão dos profissionais do Bird Land – Terra dos Pássaros.

“São aves que chegaram aqui mutiladas, desnutridas ou enfermas, todas provenientes de tráfico, cativeiros clandestinos e ações de caça predatória. Proporcionamos uma segunda chance às aves”, lembra o diretor de experiência em marketing e vendas Manoel Carlos Cardoso. 

Paraíso Ecológico 

Inaugurado em outubro de 2008, o Bird Land – Terra dos Pássaros é o maior viveiro de aves free wing da América do Sul. São 2 mil m² de área, com cobertura de 13 metros de altura acima das copas das árvores, onde pássaros e aves vivem soltos. O espaço abriga cerca de 300 aves, muitas levadas pelo IBAMA e conta com uma equipe técnica constituída por um biólogo, dois veterinários, um nutricionista, três tratadores, duas recepcionistas e dois guardas-noturnos.

Apreciado especialmente pelas crianças, o parque ecológico recebe mais de 200 visitantes por dia que, além de interagirem com as aves, recebem noções de ecologia e da importância da preservação ambiental. Focado no sistema Free Wings, as aves que lá vivem podem voar em harmonia com o meio ambiente, mesmo dentro de um espaço fechado. Lá elas recebem cuidados de veterinários e biólogos e, após totalmente recuperadas, são reintegradas em seus habitats para dar lugar a uma nova leva de aves que chegam regularmente ao espaço.

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: