Posts Tagged ‘torneio de tênis’

Tênis 100% no Rio Quente Resorts

maio 17, 2010

Ao centro, o craque Josué com a esposa Patricia Auad; acompanhados do casal Francisco Costa Neto (diretor executivo do Rio Quente Resorts) e Isabela Lemos Macedo

O Rio Quente Resorts celebra mais uma vez os 100% de ocupação hoteleira durante o XII Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que terminou com vitórias brasileiras neste sábado, dia 15. O gaúcho Marcelo Demoliner, cabeça de chave número 1 do torneio de simples, derrotou o paulista Rodrigo Guidolin por 2×0. O vencedor recebeu o troféu do diretor executivo do complexo, Ronaldo Pacheco, conquistando um prêmio no valor de US$ 1.950 e 27 pontos no ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP).

Nas duplas, mais Brasil. Franco Ferreiro e André Miele superaram os mexicanos Luis Diaz-Barriga e Miguel Reyes também por 2×0. “Foi um show de organização e um tênis de alta qualidade, que entretém os hóspedes e valoriza novos talentos do esporte. Não à toa temos o melhor campeonato future do País, em parceria com a Try Sports”, destaca o diretor de marketing e vendas Manoel Carlos Cardoso.

Além de empresários e executivos de todo o País, a competição foi prestigiada pelo craque Josué, recém-convocado para a Copa do Mundo da África do Sul.

Demoliner é campeão do 12º Tennis Classic Rio Quente Resorts

maio 17, 2010

Foto: Wander Roberto

Marcelo Demoliner confirmou seu favoritismo ao conquistar o título do 12 º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resort, neste sábado, na quadra rápida do resort goiano. Ele superou na final seu companheiro de treinamento e de duplas, Rodrigo Guidolin, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (5) e 6/4. Com a vitória Demoliner faturou US$ 1.950,00 e soma 27 pontos no ranking da ATP.  Guidolin soma 15 pontos e leva para casa US$ 1.350,00.   

Feliz com a conquista, Demoliner contou que a longa partida contra Leonardo Kirche, na semifinal, quando ganhou por 2 sets a 1 em quase 3 horas de jogo, ajudou a dar ainda mais confiança. “Fazia tempo que eu não disputava e ganhava uma partida tão longa. Isso foi bom para mim”, disse Demoliner. O jogador gaúcho, de 21 anos e 1,93 metro, que se destaca com seu saque forte e certeiro, aproveitou para elogiar a organização do torneio. “A estrutura da Try Sports é muito boa e organizada, os jogadores são bem tratados aqui e isso reflete positivamente em quadra”, acrescentou. Além disso, o local dos jogos, o complexo de águas termais do Rio Quente Resorts, é bonito e relaxante. “A gente joga ‘zen’ aqui, é muito bom. Fazia tempo, um ano, que não tinha essa sensação maravilhosa de ganhar um torneio.”

Guidolin lamentou a derrota, mas reconheceu o mérito do adversário em quadra. “Não fiz o que tinha de fazer nesta partida, mas considero que a semana foi boa, o resultado foi positivo”, disse. Esta é a nona vitória de um brasileiro no torneio. E a quinta de um jogador gaúcho.

O próximo torneio de Demoliner e Guidolin, que estão na companhia do técnico e ex-jogador profissional Fernando Roese, será o Future de Marília, a partir desta segunda-feira, no saibro. “Gosto de jogar também no saibro”, contou Demoliner, que faturou em 2009 um Challenger no saibro, em maio, em Blumenau, seu melhor resultado até hoje.  Mas antes de seguir para o interior de São Paulo, Demoliner quer mais é comemorar essa conquista. “Quero aproveitar muito meu dia de folga aqui!”  

O 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts é uma realização da Try Sports, com apresentação da Stella Artois, patrocínio da Vivo e da Nokia, co-patrocínio do HSBC, Sabie – enxovais corporativos, Pomptur, Unimed Cerrado, Sorvetes Nestlé, Empreza/FGV, Formulários Piloto, Diversey, Macom – equipamentos para cozinhas profissionais, Medilar, Vulcano, La Fruit, Água Mineral Goyá, Gráfica Ipanema, Elvi Cozinhas Profissionais e apoio de BandSports, Revista Tennis View, Try Floor Pisos Esportivos, Rio Quente Resorts, Hot Park, A Praia, Valetur, Dunlop, CBT, ITF e ATP.

Todos os campeões do Tennis Classic Rio Quente Resorts

12ª edição (maio/2010) – Marcelo Demoliner (BRA)
11ª edição (maio/ 2009) – Carlos Oliveira (BRA) # Fernando Romboli (BRA)/ Nicolas Santos (BRA)
10ª edição (mai/ 2008) – Marcel Felder (URU) # André Miele/ Marcelo Demoliner (BRA/ BRA)
9ª edição (mai/ 2007) – Caio Zampieri (BRA) # Caio Zampieri/ Renato Silveira (BRA/ BRA)
8ª edição (set/ 2006) – Francesco Piccari (ITA) # Sebastian Decoud/ Leonardo Mayer (ARG/ ARG)
7ª edição (ago/ 2005) – Alexandre Simoni (BRA) # Alexandre Bonatto/ Henrique Pinto-Silva (BRA/ BRA)
6ª edição (fev/ 2005) – Francisco Costa (BRA) # Brian Dabul/ Damian Patriarca (ARG/ ARG)
5ª edição (ago/ 2004) – André Ghem (BRA) # Daniel Melo/ Marcelo Melo (BRA/ BRA)
4ª edição (mar/ 2004) – Bruno Soares (BRA) # Marcelo Melo/ Bruno Soares (BRA/ BRA)
3ª edição (ago/ 2003) – Franco Ferreiro (BRA) # Eduardo Bohrer/ Paul Capdeville (BRA/ CHI)
2ª edição (fev/ 2003) – Francisco Costa (BRA) # Pedro Braga/ Kepler Orellana (BRA/ VEN)
1ª edição (ago/ 2002) – Gilles Muller (LUX) # Bruno Soares/ Marcelo Melo (BRA/ BRA)

Colaboração: Portal Try Sports, Foto Wander Roberto

Demoliner confirma favoritismo e busca vaga na final do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts

maio 14, 2010

Foto: Wander Roberto

Marcelo Demoliner segue confirmando a fama de ‘Demolidor’ no 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resort, que termina neste sábado, nas quadras rápidas do resort goiano. Nesta quinta-feira, ele eliminou Carlos Oliveira, que defendia o título do torneio, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3. Seu adversário nesta sexta-feira, na briga por uma vaga na final, é Leonardo Kirche, que ficou com o vice-campeonato em 2009. O torneio do Rio Quente Resorts é da série Future e distribui US$ 15 mil em prêmios e pontos no ranking da ATP. 

Kirche garantiu a vaga ao derrotar André Miele por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4. Focado, Kirche disse que jogou diante de Miele a melhor partida da semana. “Este ano estou bem mais concentrado. Me sinto mais maduro e isso tem me ajudado a vencer pontos importantes”, contou o jogador, cabeça-de-chave 4 do torneio. 

Demoliner também está bem treinado e com muita garra para conquistar este título. “Tenho sacado muito bem e, quando consigo isso, me sinto muito confortável em quadra”, contou Demoliner.  Com mais esta vitória, saiu ainda mais animado e confiante para enfrentar Kirche na semifinal. “Precisava muito de um resultado assim neste ano, é o meu melhor até agora”, revelou. O jogador gaúcho, que treina no IGT (Instituto Gaúcho de Tênis) disse que seu objetivo é disputar torneios da série Future para ganhar confiança – e pontos no ranking – para voltar a jogar os Challengers no segundo semestre. 

Segundo o ex-jogador Fernando Roese, atual treinador do IGT, entre os quais está Demoliner, seu pupilo teve um rendimento impressionante nos Futures e Challengers de 2009. “Ele intensificou os treinos e vem trabalhando muito para ir bem nos torneios”, contou Roese, que nos anos 1990 defendeu o Brasil na Copa Davis. Além dele, Marcos Hocevar e Eduardo Frick, que também jogaram tênis profissionalmente, estão entre os treinadores do IGT, que teve, além de Demoliner e Rodrigo Guidolim, outro semifinalista no Future do Rio Quente, outros três jogadores disputando a competição. 

Guidolim despachou, por duros 7/6 (6) e 6/2, o equatoriano Ivan Endara. E enfrenta o paraguaio naturalizado italiano Daniel-Alejandro Lopez, que venceu o mexicano Miguel Reyes-Varela por 7/6 (5), 6/7 e 6/1, na disputa por uma vaga na final do torneio. Guidolin contou estar satisfeito com seu desempenho até agora. “A parte mental foi importante hoje (quinta-feira), principalmente no tie break, quando perdia por 6/3”, contou Guidolin. Sobre o próximo jogo, Guidolin reconhece que será ainda mais complicado.
Resultados desta quinta-feira:
Leonardo Kirche (BRA) derrotou André Miele (BRA) por 6/2 e 6/4
Daniel-Alejandro Lopez (ITA) d. Miguel-Angel Reyes Varela (MEX) por 7/6 (5), 6/7 (3) e 6/1
Rodrigo Guidolin (BRA) d. Ivan Endara (ECU) por 7/6 (6) e 6/2
Marcelo Demoliner (BRA) d. Carlos Oliveira (BRA) por 7/5 e 6/3

Programação desta sexta-feira:
10h30 – Início das semifinais do Future do Rio Quente
Rodrigo Guidolin x Daniel-Alejandro Lopez�
Marcelo Demoliner x Leonardo Kirche

 10h45 – Torneio de Beach Tennis na praia do Cerrado 

Colaboração: Diana Gabanyi, foto Wander Roberto

André Miele busca vaga nas quartas-de-final do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts

maio 12, 2010

Foto: Wander Roberto

O tenista André Miele venceu nesta terça-feira Idio Escobar por 6/3 e 6/4 e avançou às oitavas-de-final do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts. Miele, que fez quartas-de-final na semana passada no Future de Teresina, quer conquistar seu primeiro título da temporada nas quadras rápidas do torneio de Goiás, onde já faturou o vice-campeonato em 2008. O objetivo é somar pontos no ranking da ATP para disputar torneios Challengers no segundo semestre. O Future goiano, que termina sábado, dia 15, distribui U$ 15 mil em prêmios.

A partida contra Idio teve momentos difíceis, mas a experiência do tenista de Ribeirão Preto foi fundamental na decisão do placar. “Ele lutou muito, mas me dou bem nesse tipo de quadra, consegui jogar bem”, contou Miele. Na próxima rodada ele enfrenta o paulista Daniel Silva, adversário que conhece e sabe que terá um jogo equilibrado. “Danielzinho está jogando bem, qualquer um pode passar para as quartas-de-final, será uma partida muito disputada”, comentou.

Daniel Silva, que bateu o qualifier venezuelano Luis David Martinez, por 6/3 e 7/6(3), também reconhece que contra Miele será um desafio difícil, mas está confiante devido à semifinal alcançada no Future de Teresina na semana passada. “Venho de bons resultados e sei que tenho um jogo duro pela frente, mas estou me bem”, concluiu Daniel.

Colaboração: Portal Try Sports, foto Wander Roberto

Franco Ferreiro vence a 6ª seguida e busca vaga nas quartas-de-final do Tennis Classic

maio 12, 2010

Foto: Wander Roberto

Franco Ferreiro estreou com vitória fácil no 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que se realiza nas quadras rápidas do Resort goiano até o próximo sábado. Diante do também brasileiro Ricardo Siggia, ele fez 6/3 e 6/2 e avança na competição. Nesta quarta-feira, Franco, que vem de vitória no Future de Teresina, no último domingo, no saibro, pega o mexicano Miguel Varela Reyes, que veio do quali. Outro favorito, Marcelo Demoliner, pega o brasiliense Gabriel Pimentel, que ganhou convite para disputar o torneio, válido pela série Future, com US$ 15 mil em prêmios e pontos para o ranking mundial. 

Outro que segue confiante no Rio Quente é o carioca Fabiano de Paula. Ele saiu do quali e nesta terça-feira passou fácil pelo chileno Javier Munoz, vencendo por 6/1 e 6/3. Morador da Rocinha, Fabiano começou como boleiro, aos 11 anos, em um hotel de luxo do Rio de Janeiro para ajudar no orçamento da família. Lá, aprendeu a jogar tênis e aos 15 anos começou a disputar torneios. Aos 18 teve de prestar o serviço militar obrigatório. Depois de dois anos fora das quadras, retorna cheio de garra. Mesmo com bolhas nos pés, segue sorridente e confiante. 

“Estou feliz com os resultados. O quali me deu ritmo de jogo e em momento algum do jogo de hoje (terça-feira) deixei de acreditar que podia vencer”, contou Fabiano, que enfrenta o cabeça-de-chave 6 do torneio, Ivan Endara. 

Vice-campeão no Future de Teresina, Thales Turini, de Florianópolis, venceu nesta terça-feira Eduardo Dischinger por duplo 6/3. Com o resultado, classifica-se para as oitavas-de-final, quando enfrenta Leonardo Kirche, que venceu de virada por 4/6, 6/2 e 6/3, Nicolas Santos. Apesar do retrospecto favorável a Kirche, que venceu os três confrontos contra Thales, o jogador reconhece o favoritismo do adversário. 

“Ele vem evoluindo muito. Vai ser um jogo duro², ponderou Kirche. Thales confirma a boa fase”. 

“Apesar do cansaço da viagem de Teresina, estou focado para alcançar a vitória aqui no Rio Quente”, disse. Sobre Kirche, avisa: “Este ano será diferente, porque venho de bons resultados e estou jogando bem”. 

Filho do ex-tenista Andres Gomez, campeão de Roland Garros em 1990, o equatoriano Emilio também avançou nas quadras rápidas do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts. Depois de vencer Sergio Galdos, do Peru, por 6/4 e 6/2. Nesta quarta-feira ele enfrenta o brasileiro Rodrigo Guidolin. Os dois nunca se enfrentaram em quadra. Para Emilio, que tem como técnico o experiente pai, vai ser um jogo difícil. 

“Mas tenho a vantagem de ter meu pai como técnico e ele, por me conhecer muito bem ­ somos bem parecidos de gênio ­ consegue me manter calmo nos momentos mais críticos”, contou. Emilio ainda brincou que a diferença dele para o pai é que ele é destro e o pai, canhoto.

Colaboração: por FS – AI Try Sports Press – Foto: Wander Roberto

Franco Ferreiro estreia hoje no Tennis Classic Rio Quente Resorts

maio 11, 2010

Foto: Wander Roberto

Ferreiro estreia nesta terça no 12º Tennis Classic Depois de sagrar-se campeão do Future de Teresina, no último domingo, Franco Ferreiro chega cheio de energia para disputar o 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que se realiza nas quadras rápidas do Resort goiano até o próximo sábado. “Tenho que aproveitar enquanto estou com confiança. Não dormi praticamente a noite toda, mas até amanhã (terça-feira) espero estar pronto novamente para mais esse desafio”, disse o jogador, que bateu bola com Thales Turini, vice em Teresina, na manhã de segunda-feira. Os dois vêm de uma final no saibro. Mas estão confiantes e acham que podem se adaptar rapidamente à quadra rápida. “Não será fácil por que venho de muitas partidas no saibro, mas também não será difícil. Estou numa boa fase”, falou Thales.

Franco enfrenta Ricardo Siggia, adversário de outras partidas nas quais levou a melhor. “O problema é que ele (Ricardo) já está aqui (no Rio Quente Resorts) há mais tempo, já treinou e se adaptou melhor. Mas vamos ver o que vai dar”, disse Franco. Thales pega Eduardo Dischinger, que veio do quali. Será a primeira vez que os dois se enfrentarão.

Nesta segunda-feira, a abertura da chave principal teve surpresas – boas e ruins – e algumas confirmações. De virada, o pernambucano José Pereira, de 19 anos, venceu o boliviano Mauricio Doria-Medina por 5/7, 7/6 (5) e 6/1. Marcelo Demoliner confirmou seu favoritismo ao despachar seu companheiro de treinamento e amigo de infância, Fabrício Neis, por 6/3 e 6/2. Já Alexandre Bonatto não teve a mesma sorte. E se despediu do torneio com o pé direito imobilizado. Sofreu uma torção no tornozelo durante a partida contra o paraguaio naturalizado italiano Daniel-Alejandro Lopez, e abandonou o jogo quando o placar estava 4/3 em favor do adversário. Agora é a vez de Zé Pereira, que com a saída de Bonatto já não vai mais disputar duplas, enfrentar Lopez na próxima rodada de simples.

José Pereira ficou animado diante da sofrida vitória. “Entrei errando muito no primeiro set, mas consegui mudar minha postura na quadra e consegui dominar o jogo”, disse Zé Pereira.

O XII Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts é uma realização da Try Sports, com apresentação da Stella Artois, patrocínio da Vivo e da Nokia, co-patrocínio do HSBC, Sabie – enxovais corporativos, Pomptur, Unimed Cerrado, Sorvetes Nestlé, Empreza/FGV, Formulários Piloto, Diversey, Macom – equipamentos para cozinhas profissionais, Medilar, Vulcano, La Fruit, Água Mineral Goyá, Gráfica Ipanema, Elvi Cozinhas Profissionais e apoio de BandSports, Revista Tennis View, Try Floor Pisos Esportivos, Rio Quente Resorts, Hot Park, A Praia, Valetur, Dunlop, CBT, ITF e ATP.

Colaboração: Portal Try Sports, foto Wander Roberto

Chave principal do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts começa nesta segunda-feira

maio 10, 2010

Foto: Wander Roberto

Gaúcho Marcelo Demoliner, cabeça-de-chave 1, estreia contra seu conterrâneo Fabrício Neis

A abertura da chave principal do 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, nesta segunda-feira, nas quadras rápidas do Resort goiano, promete emoção. Especialmente na partida que reúne o cabeça-de-chave 1 do torneio e uma das promessas da nova geração do tênis brasileiro, o gaúcho Marcelo Demoliner, de 21 anos. Ele enfrenta seu amigo de infância e parceiro de treinamento, Fabrício Neis, de 19 anos. Apesar do tratamento cordial fora das quadras, na hora do jogo, a história é outra.

“Amigos, amigos, negócios à parte”, avisa Demoliner. “Vou respeitá-lo, claro, mas estou muito bem treinado e entrarei com todo gás. Nossas vantagens serão saber explorar o ponto fraco do outro”, acrescenta Demoliner. Neis concorda. “É uma situação delicada vibrar com o erro do amigo e parceiro de treino, mas espero que seja uma boa partida para os dois, e que vença quem estiver melhor”, diz Neis. Em jogo neste Future está uma premiação total de US$ 15 mil. A programação começa às 10h.

Os dois jogadores que receberam o convite da CBT (Confederação Brasileira de Tênis) para disputar a chave principal são o goiano de 16 anos, Gabriel Barbosa, e o brasiliense Gabriel Pimental. Os dois se enfrentam nesta segunda-feira. Barbosa joga pela primeira vez a chave principal de um torneio profissional. Pimentel já venceu dois pré qualifyings e se diz preparado para o torneio depois de um ano afastado devido a uma lesão no ombro. “O que mais quero é pontuar aqui para tentar entrar no ranking mundial”, diz Pimentel. Quem levar a melhor vai enfrentar o vencedor do confronto entre Demoliner e Neis.

Alexandre Bonatto, cabeça dois do torneio, enfrenta o paraguaio naturalizado italiano Daniel-Alejandro Lopez. Campeão de três Futures em 2009, Bonatto, que treina no Rio Grande do Sul, engrossa a lista de gaúchos nesta 12ª edição do Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts. Seu adversário vem de um vice-campeonato no Future de Brasília em abril.

Neste domingo foram conhecidos os jogadores que passaram o quali. A maioria dos cabeças-de-chave se classificou. Idio Escobar venceu Leandro Ribeiro por 7/6 (5), 0/6 e 6/3. Sérgio Galdos, do Peru, bateu Victor Morales, do Chile, por 6/3 e 6/4. Miguel Varela-Reyes, do México, venceu Ronaldo Carvalho por 6/2 e 6/4. Fabiano de Paula ganhou de Gabriel Pereira por duplo 6/1. Eduardo Dischinger venceu William Franco por 6/3 e 7/5. Juan Carlos Saez, do Chile, levou a melhor contra o chileno Nicolas Kauer por 6/2 e 6/3. Javier Munhoz, do Chile, bateu o peruano Francisco Carbajal por 6/3 e 6/1.

Colaboração: Portal Tênis Virtual, Diana Gabanyi, foto Wander Roberto

Franco Ferreiro ganha convite para o Tennis Classic Rio Quente Resorts

maio 7, 2010

O tenista Franco Ferreiro vai disputar o 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que acontece de 8 a 15 de maio nas quadras rápidas do Resort, em Goiás, distribuindo US$ 15 mil em prêmios e pontos para o ranking mundial.

Campeão do torneio em 2003, e ex-136º do ranking mundial, o tenista de Uruguaiana, que no ano passado jogou a chave principal de Roland Garros, recebeu um convite da organização, já que está voltando de lesão e não tinha se inscrito no torneio.

Outros destaques desta edição do Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts são os nomes da nova geração do tênis brasileiro como: Marcelo Demoliner, Fernando Romboli, Thiago Lopes, Leonardo Kirche, José Pereira Jr. e o filho do campeão de Roland Garros Andrés Gomez, Emílio Gomez (EQU), além de André Miele e o campeão do ano passado Carlos Oliveira.

A 12ª edição do Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts terá início no sábado dia 8 de maio com o qualifying da competição em que oito jogadores serão definidos. A chave principal começa na segunda- feira, dia 10.

Colaboração: PC/Final Sports & AI Try Sports

Demoliner, Pereira e Romboli disputam o Tênis Classic Rio Quente Resorts

abril 27, 2010

Foto: Wander Roberto

Alguns dos principais nomes da nove geração do tênis masculino brasileiro confirmaram presença no 12º Tennis Classic Vivo Nokia Rio Quente Resorts, que acontece de 8 a 15 de maio, nas quadras rápidas do Resort, em Goiás, distribuindo US$ 15 mil em prêmios e pontos no ranking da ATP.

O gaúcho Marcelo Demoliner, 21 anos, campeão de um torneio Challenger no ano passado, o de Santa Catarina, é um dos principais favoritos ao título. José Pereira Jr., que disputa o seu primeiro ano como profissional nesta temporada, joga o Tennis Classic tendo vencido o seu primeiro torneio profissional há duas semanas, em Bauru.  

Fernando Romboli, outro atleta de 21 anos, também está garantido na chave principal da competição. Filho do campeão de Roland Garros de 1990, o equatoriano Andres Gomez, Emílio Gomez, de 18 anos, joga o torneio em um bom momento da sua carreira. Ele começou a disputar competições profissionais há pouco tempo e já ganhou um evento da série Future, no Equador.

O paranaense Alexandre Bonatto é o cabeça-de-chave 1 da competição, seguido por Demoliner, Romboli, Tiago Lopes, Leonardo Kirche, Ivan Endara (EQU), André Miele e o campeão do ano passado, Carlos Oliveira.

Desde a sua primeira edição, em 2002, praticamente todos os tenistas da nova geração que hoje estão em destaque no cenário nacional, passaram pelas quadras do Rio Quente Resorts, incluindo João Souza, o Feijão, que recentemente venceu um grande torneio Challenger, na Colômbia.  

Os duplistas Marcelo Melo e Bruno Soares já foram campeões em Goiás, assim como Franco Ferreiro, André Ghem, Caio Zampieri, Francisco Costa, entre outros.

Você que é cliente RQVC não pode perder o Torneio de Tênis Classic Rio Quente Resorts.

> Lista de jogadores  da chave principal:

Alexandre Bonatto (BRA)

Marcelo Demoliner (BRA)

Fernando Romboli (BRA)

Tiago Lopes (BRA)

Leonardo Kirche (BRA)

Ivan Endara (EQU)

Andre MIele (BRA)

Carlos Oliveira (BRA)

Rodrigo Guidolin (BRA)

Ricardo Siggia (BRA)

Emilio Gomez (EQU)

Daniel Silva (BRA)

Danilo Ferraz (BRA)

Luis Barriga Diaz (MEX)

Alejandro Lopez (ITA)

José Pereira (BRA)

Thales Turini (BRA)

Nicolas Santos (BRA)

Mauricio Doria Medina (BOL)

Alvaro Raposo de Oliveira (PER)

Fonte: PC/Final Sports & AI Try Sports

Tennis Classic Rio Quente Resorts terá sua 12ª edição em maio

abril 9, 2010

Foto: Wander Roberto

Está confirmada a realização da 12a edição do Tennis Classic Rio Quente Resorts, future goiano que traz em seu quadro de campeões atuais destaques como Franco Ferreiro, Bruno Soares e Marcelo Melo, além do tenista de Luxemburgo Gilles Muller, ex-top 60 do mundo em simples. A competição masculina, lançada em agosto de 2002, também é constantemente palco da conquista dos primeiros pontos de muitas promessas do Brasil que atravessam o período de transição entre o juvenil e o profissionalismo. O XII Tennis Classic Rio Quente Resorts está programado para acontecer entre os dias 8 e 15 de maio, nas quadras rápidas do Rio Quente Resorts, distribuindo premiação total de US$ 15 mil e pontos para os rankings mundiais de simples e de duplas. Em maio de 2009, o troféu de simples foi conquistado pelo paulista Carlos Oliveira e na chave de duplas o título ficou com a parceria formada por Fernando Romboli e Nicolas Santos, também de São Paulo. Além dos brasileiros, a competição também contou com inscrições de atletas do Uruguai, Portugal, Chile, Austrália, Bolivia e Argentina O XII Tennis Classic Rio Quente Resorts é uma realização da Try Sports Empreendimentos Esportivos e do Rio Quente Resorts, com o apoio da Revista Tennis View, ATP, ITF e CBT. 

Fonte: Try Sports


%d blogueiros gostam disto: